A vertigem está entre os sintomas mais freqüentes da clínica. Pode ocorrer em qualquer faixa etária, inclusive na infância, mas é predominante nos adultos e idosos. Geralmente, o paciente refere uma sensação subjetiva de desequilíbrio, muitas vezes mal caracterizada.

 

Saúde com Inteligência - Saude On Line


   Digite na caixa abaixo o que você procura:

Pesquise no Google

 
 
 
 

SAÚDE COM INTELIGÊNCIA - O SEU GUIA DE SAÚDE ON-LINE
 

HOME DOENÇAS ASSUNTOS ARTIGOS AVISO LEGAL PUBLICIDADE CONTATO

VERTIGEM


 

Vertigem é um sintoma no qual a pessoa tem a sensação de uma tontura rotatória, podendo causar náuseas, vômitos, ilusão de movimento, etc. Existem dois tipos de vertigem, a Central e Periférica.

 

Segundo as conclusões da diretriz sobre Vertigem, da Sociedade Brasileira de Otorrinolaringologia, o principal desafio do médico diante de um paciente com a queixa "vertigem" é a realização do diagnóstico (topográfico e etiológico) e a definição do plano terapêutico, uma vez que existem inúmeras doenças e situações clínicas que cursam com o sintoma, e cada uma requer abordagem e tratamento específicos. O fator etiológico associado à vertigem pode ser suspeitado durante a anamnese em 80% dos casos. Quando não há sequer indícios da causa nesta etapa, raramente a identificamos ao final da investigação complementar.

Vertigem

VERTIGEM

 

Vertigem é caracterizada pela sensação de que tudo ao redor esta girando. Isso geralmente ocorre quando você roda rapidamente, por exemplo em um carrossel. Mas se você sentir vertigem sem nenhuma razão obvia, pode ser sintoma de algum distúrbio latente e deve procurar um médico.

O Equilíbrio do nosso corpo é realizado pelo cérebro que recebe informações através do LABIRINTO que é uma estrutura que compõe o ouvido interno. O labirinto envia mensagens ao cérebro sobre seus movimentos. No cérebro chegam também outras mensagens vindo dos olhos, membros e músculos. Estas mensagens são coordenadas e ajustadas e determinam a posição em que o corpo está e após os ajustes necessários obtém-se o equilíbrio correto.
 

Quando ocorre alguma alteração nestas mensagens que chegam ou saem do cérebro a pessoa apresenta vertigem ou tonteiras.

Nós mantemos o equilíbrio porque dentro do labirinto há três canais semicirculares.
 

Cada um destes canais estão cheios de líquidos.Cada um forma um ângulo reto com o outro.Isso faz com que onde quer que você mova a cabeça – balançando – a de um lado para outro, para trás ou frente, para cima ou para baixo ou sobre um ombro a outro – um dos canais vai detectar o movimento e enviar a informação ao cérebro.

Quem tem vertigem, tonteiras, precisa procurar avaliação medica para que possa descobrir as causas, fazer um tratamento e prevenir – se de consequências e complicações mais sérias.

Vertigem - Labirinto

VERTIGEM

Principais doenças ligadas à vertigem:

  • Crise isquêmica transitória: Esta situação clinica ocorre quando há uma interrupção temporária do suprimento de sangue para o cérebro, ou seja, diminui a quantidade de oxigênio para as células cerebrais .As artérias carótidas (localizadas no pescoço) podem estar estreitadas por placas de gorduras e ou coágulos de sangue.Os sintomas são de perda de raciocínio, consciência, vertigem acompanhada ou não de perda da fala ou visão;

  • Derrame cerebral: Nesta ocasião ocorre a interrupção do suprimento de sangue ao cérebro causada por um bloqueio ou rompimento de um vaso sanguíneo.Os sintomas são forte vertigem, tonteiras acompanhada de dificuldade de falar, perda temporária ou parcial de visão,fraqueza nos braços e pernas, dormência e ou formigamento em qualquer parte do corpo;

  • Labirintite: É a inflamação parcial do ouvido interno provocada por uma infecção virótica.Os sintomas são vertigem , tonteiras, perda de equilíbrio que vem acompanhado ou não de vômitos; 

  • Doença de Menière: É um distúrbio que ocorre quando há raro aumento da quantidade de liquido no labirinto.Por causa disso ocorre vertigem, tonteiras, diminuição ou perda de audição e até mesmo ruídos nos ouvidos.O tratamento é medicamentoso e raramente há necessidade de cirurgia.É importante ocorrer redução da ingestão de sal na alimentação;

  • Espondilose Cervical: Esta patologia provoca vertigem quando a pessoa vira a cabeça ou olha para cima. Ela ocorre devido a um distúrbio das vértebras do pescoço que pressionam os nervos e vasos sanguineos próximos, principalmente nos maiores de 50 anos.

Vertigem
VERTIGEM

Outros motivos que podem causar vertigem:

Stress, pressão alta ou pressão baixa, enxaqueca (dor de cabeça), diabetes descompensado, colesterol elevado, stress, ansiedade, sinusite, verminoses, doenças oculares, da visão, etc.


Principais exames que podem ser utilizados para detectar as causas da vertigem:

1. Raios X de Coluna Cervical (pescoço);
2. Angiografia das Artérias Carótidas;
3. Dupplex Scan das Artérias Carótidas;
4. Tomografia Computadorizada do Crânio;
5. Ressonância Magnética do Crânio;
6. Avaliação otorrinolaringológica.
 

Se antes você não vinha sentindo vertigem e de repente passou a apresentar, leve isso a sério e procure fazer uma consulta médica! Não deixe para depois, pois sua saúde pode estar em risco. Medir a pressão frequentemente, realizar exames de rotina como sangue, fezes e urina e acima de 40 anos realizar eletrocardiograma são medidas que podem beneficiar sua qualidade de vida.

Clique aqui e veja também informações sobre ZONZEIRA.  
  
 

 

 

 

 

Voltar a página inicial do Saúde com Inteligência.

 

ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL ACNE AFTA ALCOOLISMO ALOPECIA ALZHEIMER ARTERIOSCLEROSE ARTRITE ARTROSE BACTÉRIAS BELEZA BELEZA NATURAL BRONQUITE AGUDA BRONQUITE CRÔNICA BICO DE PAPAGAIO BROTOEJA BURSITE CABELOS CÁLCULO BILIAR CÁLCULO RENAL CALVÍCIE CÂNCER CELULITE COLESTEROL CÓLICAS MENSTRUAIS CÓLICA RENAL CORRIMENTO VAGINAL DIABETES DISFUNÇÃO ERÉTIL DENGUE DEPRESSÃO DOR DE GARGANTA EMAGRECIMENTO ENVELHECIMENTO PRECOCE ESPORÃO ESTRESSE ESCLEROSE MÚLTIPLA EXAME DE SANGUE EXAME DE URINA FARINGITE FEBRE FIBROMIALGIA FLATULÊNCIA FALTA DE MEMÓRIA GASTRITE GENGIVITE GLICOSE NO SANGUE GOTA GRIPE GUIA DO BEBE HIPERTENSÃO ARTERIAL HALITOSE HEMOGRAMA HEMORRÓIDAS HEPATITE HERPES HIPNOSE HIPOGLICEMIA HOMEOPATIA IMPOTÊNCIA INFECÇÃO INSÔNIA LARINGITE L-CARNITINA LEUCEMIA LEUCORRÉIA LÚPUS MAGNÉSIO MAL DE PARKINSON MASSAGEM MEMÓRIA MENOPAUSA MINERAIS NÁUSEA NEFRITE NEVRALGIA OSTEOPOROSE OSTEOARTROSE OBESIDADE OLIGOELEMENTOS PANCREATITE PÉ DIABÉTICO PEDRA NOS RINS PEDRA NA VESÍCULA PRESSÃO ALTA PREVENÇÃO DE DOENÇAS PRÍMULA QUEDA DE CABELO QUEIMADURAS QUEIXAS NA GRAVIDEZ RADICAIS LIVRES REJUVENESCIMENTO REUMATISMO SARAMPO SEMENTE DE CHIA SINUSITE SÍFILIS SOLUÇO SÓDIO E POTÁSSIO TENSÃO PRÉ-MENSTRUAL (TPM) TENDINITE TRIGLICERÍDEOS-TRIGLICÉRIDES TROMBOSE TUNEL DO CARPO ÚLCERA UNHA ENCRAVADA URETRITE URTICÁRIA VARICOCELE VARIZES VERMINOSE VERTIGEM VÍRUS ZONZEIRA ZUMBIDO NOS OUVIDOS

calculo renal  calculos renais  Pedra nos Rins  NQI funciona para tratar cálculo renal Cálculos Renal Cogumelo do Sol  NQI Pedra na Vesícula Artrite e Artrose 

nqi   suplementos   acne e espinhas www.jornaldasaude.com.br  www.cloretodemagnesiopa.com.br    www.listahotel.net  www.nqi.com.br  www.medicinaetratamentonatural.com.br  

Esta página e todas as informações contidas neste site são de propriedade do site SAÚDE COM INTELIGÊNCIA.

Referente a responsabilidade pelo uso das informações aqui contidas leia nosso DISCLAIMER.

Nenhuma parte deste website pode ser reproduzida sem a expressa autorização.
SAÚDE COM INTELIGÊNCIA - © 2007 -  2008 - 2009 - 2010 - 2011 - 2012 - Todos os direitos reservados.

Tontura ou vertigem.