Sindrome do Tunel do Carpo

Sindrome do tunel do carpo ocasiona falta de sensibilidade nas mãos. Você acorda com a mão formigando no meio da noite ou tem a sensação de dormência na ponta dos dedos? Sente uma dor que sobe pelo braço? Chega a deixar os objetos caírem da sua mão? Se respondeu afirmativo a qualquer das questões acima, você pode estar com a Síndrome do Túnel do Carpo.

Esta doença também nominada apenas de tunel do carpo é causada pela compressão de um nervo na região do punho. Estima-se que, a incidência na população em geral varia entre 3-10%, sendo mais comum em mulheres com idade entre 40 e 60 anos. Porém, com a disseminação do uso dos computadores passou a ser encontrado em adultos jovens de ambos os sexos.

 

Saúde com Inteligência - Saude On Line


   Digite na caixa abaixo o que você procura:

Pesquise no Google

 
 
 
 

SAÚDE COM INTELIGÊNCIA - O SEU GUIA DE SAÚDE ON-LINE
 

 

TUDO SOBRE A SÍNDROME DO TÚNEL DO CARPO

Aqui nesta matéria você vai encontrar tudo sobre a sindrome do tunel do carpo, sintomas, causas e tratamento desta doença. Para identificação da Sindrome do Tunel do Carpo é importante esclarecer que um dos principais sintomas é a parestesia, uma sensação de formigamento, de dormência, que se manifesta mais à noite e ocorre fundamentalmente na área de enervação do nervo mediano. A evolução da síndrome do túnel do carpo dificulta manipular estruturas pequenas e executar tarefas simples como pregar um botão, enfiar uma agulha, segurar uma xícara.

O que é Sindrome do Tunel do Carpo?

A síndrome do túnel do carpo, também chamada de síndrome do túnel carpal, é uma neuropatia ou uma doença causada pela compressão do nervo mediano, responsável pela inervação da região externa da mão. Neste artigo vamos explicar que estrutura anatômica é o túnel do carpo, como surge a compressão do nervo mediano e quais os sintomas e tratamentos para esta doença.

O que é o túnel do carpo?

Para facilitar o entendimento do texto, acompanhem as explicações com as ilustrações fornecidas.


O que é a Sindrome do Tunel do Carpo.
ENTENDA O QUE É A SÍNDROME DO TÚNEL DO CARPO

Carpus é uma palavra derivada do grego que significa punho. O túnel do carpo é uma espécie de túnel ou canal na região do punho com o diâmetro aproximado de um dedo polegar. Seu assoalho são os ossos do punho e seu teto é o ligamento carpal transverso. Dentro do túnel do carpo passam os 9 tendões responsáveis pelos movimentos dos dedos e o nervo mediano, responsável pela inervação da parte externa das mãos, como demonstrado na imagem abaixo.

Imagem do Tunel do Carpo.

Entenda a síndrome do tunel do carpo.

 

Qualquer alteração que cause uma diminuição do espaço dentro do túnel do carpo pode levar à compressão do nervo mediano causando os sintomas típicos da síndrome do túnel do carpo. Na maioria das vezes essa compressão do nervo mediano se dá por inflamação e inchaço das estruturas no interior do túnel carpal, como os tendões. Acúmulo de substâncias como proteínas ou sangue também causam aumento da pressão dentro do túnel.

 

 

Fatores de risco para síndrome do túnel do carpo

 

A síndrome do túnel do carpo é uma condição razoavelmente comum, acometendo cerca de 1 a 5% da população. A doença é mais comum em mulheres, principalmente nas obesas.

Conhecemos vários fatores de risco para a síndrome, porém em muitos casos não conseguimos identificar a causa exata. Sabemos que trabalhos que requerem movimentos repetitivos, que induzem flexões e/ou extensões prolongadas ou que imponham pressão sobre mãos e punhos, aumentam os risco de inchaço dos tendões favorecendo o pinçamento do nervo mediano.

Ao contrário do que se imagina, trabalhar com computador por várias horas não parece estar associado a um maior risco de desenvolvimento da síndrome do túnel do carpo. Os trabalhos até o momento mostram que o risco para quem usa computador por até 7 horas por dia não é maior do que o da população em geral.

Além da inflamação mecânica causado por movimentos repetidos do punho, uma série de doenças e condições podem aumentar o risco da síndrome do túnel do carpo, mesmo em pessoas que não realizam trabalhos que exijam movimentos constantes dos braços, mãos ou punhos. Entre elas podemos citar:
 

- Obesidade;
- Gravidez;
- Diabetes;
- Artrite reumatóide;
- Fratura do punho;
- Hipotireoidismo;

- Lúpus;

- Predisposição genética;

- Alcoolismo;

- Drogas inibidores da aromatase;
- Leucemia;
- Amiloidose;
- Sarcoidose;
- Mieloma múltiplo.


A síndrome do túnel do carpo também pode surgir em pessoas que não apresentam nenhum dos fatores de risco listados acima.

 

 

Sintomas da síndrome do túnel do carpo

 

Como a síndrome do túnel do carpo é causada pela compressão e sofrimento do nervo mediano, seus sintomas clássicos são a dor e a parestesia (formigamento e perda da sensibilidade) localizadas na região da mão inervada por este nervo (veja novamente a ilustração no início do texto).

Os sintomas costumam ser piores à noite e frequentemente acordam o paciente. A dor pode ser agravada pela extensão ou flexão dos punhos. Atividades como conduzir veículos, ler, digitar ou segurar o telefone podem ser suficientes para desencadear a dor.

Em até 65% dos casos, a síndrome do túnel do carpo acomete os punhos bilateralmente, todavia o mais comum é que um dos punhos seja mais sintomático que o outro.

Se não tratado, o quadro costuma piorar com o tempo, podendo levar a alterações motoras, como fraqueza para movimentar os dedos. O paciente pode tornar-se incapaz de segurar objetos.

 

 

Diagnóstico da síndrome do túnel do carpo

 

O diagnóstico é geralmente clínico podendo ser comprovado pela eletroneuromiografia, um exame que serve para avaliar a condução nervosa e a resposta dos músculos ao mesmo.

Dois simples testes físicos ajudam no diagnóstico por desencadearem a dor típica da síndrome do túnel do carpo:

a) A manobra de Phalen consiste na flexão máxima dos punhos realizadas com o dorso das mãos encostados um no outro como na foto ao lado.

 

 

Manobra de Phalen

Manobra de Phalen

 

Teste de Tinel.

Teste de Tinel

b) O teste de Tinel consiste na percussão do nervo mediano na região do túnel do carpo.

 

 

Tratamento da síndrome do túnel do carpo

 

Em casos leves o descanso do punho associado a imobilização com tala e gelo local podem ser suficientes para reduzir o edema e aliviar os sintomas. Anti-inflamatórios podem ser usados para aliviar a dor apesar do seu uso nesta doença ser controverso, uma vez que há dúvidas sobre sua eficácia.

 

A injeção de corticoide no local é uma boa opção nos casos moderados.

Se houver causas identificáveis como artrite reumatóide ou hipotireoidismo, o tratamento dessas doenças ajuda a melhorar a compressão no túnel.

A cirurgia para a síndrome do túnel do carpo é indicada nos casos moderados/graves que não melhoram com o tratamento clínico. O procedimento visa a descompressão do túnel e liberação do nervo mediano através de um corte do ligamento carpal transverso, que pode ser feito por via endoscópica ou por cirurgia tradicional.

Sindrome do Tunel do Carpo - Cirurgia e tratamento.

Síndrome do Túnel do Carpo

 

 

 

 

 

Leia também:

Perguntas e Respostas sobre a Síndrome do Túnel do Carpo

Formigamento na ponta dos dedos
 


  Digite na caixa abaixo o que você procura:

Pesquise no Google

 


Voltar a página inicial do Saúde com Inteligência.

 

ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL ACNE AFTA ALCOOLISMO ALOPECIA ALZHEIMER ARTERIOSCLEROSE ARTRITE ARTROSE BACTÉRIAS BELEZA BELEZA NATURAL BRONQUITE AGUDA BRONQUITE CRÔNICA BICO DE PAPAGAIO BROTOEJA BURSITE CABELOS CÁLCULO BILIAR CÁLCULO RENAL CALVÍCIE CÂNCER CELULITE COLESTEROL CÓLICAS MENSTRUAIS CÓLICA RENAL CORRIMENTO VAGINAL DIABETES DISFUNÇÃO ERÉTIL DENGUE DEPRESSÃO DOR DE GARGANTA EMAGRECIMENTO ENVELHECIMENTO PRECOCE ESPORÃO ESTRESSE ESCLEROSE MÚLTIPLA EXAME DE SANGUE EXAME DE URINA FARINGITE FEBRE FIBROMIALGIA FLATULÊNCIA FALTA DE MEMÓRIA GASTRITE GENGIVITE GLICOSE NO SANGUE GOTA GRIPE GUIA DO BEBE HIPERTENSÃO ARTERIAL HALITOSE HEMOGRAMA HEMORRÓIDAS HEPATITE HERPES HIPNOSE HIPOGLICEMIA HOMEOPATIA IMPOTÊNCIA INFECÇÃO INSÔNIA LARINGITE L-CARNITINA LEUCEMIA LEUCORRÉIA LÚPUS MAGNÉSIO MAL DE PARKINSON MASSAGEM MEMÓRIA MENOPAUSA MINERAIS NÁUSEA NEFRITE NEVRALGIA OSTEOPOROSE OSTEOARTROSE OBESIDADE OLIGOELEMENTOS PANCREATITE PÉ DIABÉTICO PEDRA NOS RINS PEDRA NA VESÍCULA PRESSÃO ALTA PREVENÇÃO DE DOENÇAS PRÍMULA QUEDA DE CABELO QUEIMADURAS QUEIXAS NA GRAVIDEZ RADICAIS LIVRES REJUVENESCIMENTO REUMATISMO SARAMPO SEMENTE DE CHIA SINUSITE SÍFILIS SOLUÇO SÓDIO E POTÁSSIO TENSÃO PRÉ-MENSTRUAL (TPM) TENDINITE TRIGLICERÍDEOS-TRIGLICÉRIDES TROMBOSE TUNEL DO CARPO ÚLCERA UNHA ENCRAVADA URETRITE URTICÁRIA VARICOCELE VARIZES VERMINOSE VERTIGEM VÍRUS ZONZEIRA ZUMBIDO NOS OUVIDOS

calculo renal  calculos renais  Pedra nos Rins  NQI funciona para tratar cálculo renal Cálculos Renal Cogumelo do Sol  NQI Pedra na Vesícula Artrite e Artrose 

nqi   suplementos   acne e espinhas www.jornaldasaude.com.br  www.cloretodemagnesiopa.com.br    www.listahotel.net  www.nqi.com.br  www.medicinaetratamentonatural.com.br  

Esta página e todas as informações contidas neste site são de propriedade SAÚDE COM INTELIGÊNCIA.

Referente a responsabilidade pelo uso das informações aqui contidas leia nosso DISCLAIMER.

Nenhuma parte deste website pode ser reproduzida sem a expressa autorização.
SAÚDE COM INTELIGÊNCIA - © 2007 -  2008 - 2009 - 2010 - 2011 - 2012 - Todos os direitos reservados.

 

Apesar do nome estranho é muito mais comum do que se imagina a Sindrome do tunel do carpo.