Tudo sobre o reumatismo

Esta procurando informação sobre reumatismo. Saiba lendo este texto tudo sobre este assunto. Encontre aqui um artigo completo sobre quais são os sintomas, o que causa reumatismo nos ossos, porque dizem muitas vezes reumatismo no sangue, quais as opções de tratamento. Termo genérico usado para designar um grupo de doenças que afeta articulações, músculos e esqueleto, caracterizado por dores e restrições dos movimentos. Desta forma a palavra reumatismo não se refere a nenhuma doença específica e sim a um grupo de doenças com as características acima citadas. Compreende artrites, mialgias, neurites, gota e processos similiares.

 

Saúde com Inteligência - Saude On Line


   Digite na caixa abaixo o que você procura:

Pesquise no Google

 
 
 
 

SAÚDE COM INTELIGÊNCIA - O SEU GUIA DE SAÚDE ON-LINE
 

HOME DOENÇAS ASSUNTOS ARTIGOS AVISO LEGAL PUBLICIDADE CONTATO

TUDO SOBRE REUMATISMO

 

 

 

Reumatologia Sintomas Exames Remédio Reumatismo no sangue Perguntas e Respostas  Tratamento

 

O que é Reumatismo?

Designado erroneamente por muitos como uma única  doença, o reumatismo é considerado por especialistas um termo vago referente a várias doenças que causam dores nos músculos e articulações. Por se manifestar em todas as idades e provocar danos progressivos e complicações, é de considerável relevância a descoberta do diagnóstico a tempo de um tratamento ou acompanhamento eficiente.

Sob a denominação reumatismo estão mais de 100 doenças diferentes. Muitos pensam em reumatismo quando sentem dores ao longo dos músculos e tendões (os pacientes freqüentemente mostram tendões e os identificam como nervos).



Reumatismo sintomas, reumatismo nos ossos, reumatismo no sangue, reumatismo tem cura, reumatismo tratamento, reumatismo tem cura.
REUMATISMO

Outros, referem-se às doenças articulares. Todos estão certos, mas falta muito mais.

 

Nos modernos livros-texto de reumatologia não há a preocupação em conceituar-se reumatismo. Realmente, a diversidade de doenças reumáticas existentes impede uma definição que abranja adequadamente todas elas pois os mecanismos causadores das doenças e os órgãos atingidos variam bastante.

O reumatismo reúne uma série de sintomas que acometem as pessoas. Hoje em dia, nosso grande problema são alguns tipos da doença, como o tipo inflamatório, que apresentam maior morbidade -, afirma o professor Mário Newton, chefe de Seção de Reumatologia do Hospital Universitário Clementino Fraga  Filho (HUCFF-UFRJ).

Para que o leitor fique familiarizado com o tema, propomos um breve passeio pela história da reumatologia.

Iniciemos com Hipócrates. Ele foi um médico grego que viveu no século VI a.C. e é considerado o pai da medicina. Hipócrates descreveu doenças com tal precisão que podemos presumir, hoje, quais sejam.

 

Ele pensava que a artrite era causada por fluídos que vinham da bile e do cérebro. Em grego, fluir, correr é rheuma e esta palavra foi utilizada, mais tarde, para reunir as doenças que cursam com artrite.

 

Hipócrates descreveu a podagra (podos é pé e agra é ataque); logo, estava vendo pacientes com ataque agudo de inflamação no pé. Provavelmente, tratava-se de gota. Esta doença ocorre, principalmente, em homens adultos que têm o ácido úrico no sangue acima do valor normal (as mulheres só terão ácido úrico alto após a menopausa; antes é raríssimo). Artrite gotosa pode ocorrer em outras articulações, mas a mais freqüente forma de início é na articulação do dedão do pé com o primeiro metatarsiano e a expressão podagra é utilizada para este evento.

Reumatismo nos pés

Também descreveu a gonagra (gonos = joelho, em grego). Artrite aguda do joelho pode ser gota mas muitas diferentes infecções, doenças inflamatórias de causa desconhecida como artrite reumatóide, uma doença da pele, psoríase, outro cristal (de cálcio) podem iniciar deste modo e também devem ser lembradas.

Hipócrates citou a artrite na criança que cura. Deve ser febre reumática. Esta doença é secundária a uma infecção por um tipo especial de estreptococo na garganta. Cerca de 4% das crianças não tratadas com antibiótico terão, em duas semanas, artrite que migra pelas articulações e desaparece espontaneamente em semanas. O grave problema da febre reumática é o comprometimento simultâneo do coração, levando a lesões valvulares irreversíveis.

A artrite das puérperas suscita pensar-se em artrite purulenta pelo gonococo (havendo infecção genital, o parto cria condições para disseminação das bactérias pelo sangue) e, também, em lúpus.

Nesta última doença, a inflamação pode ocorrer em qualquer órgão mas são muito mais freqüentes dermatite e artrite. Início ou agudização após parto são comuns.

Outra descrição interessante é o reumatismo das histéricas. Tratam-se de mulheres queixando-se de dor generalizada e que têm importante componente psiquiátrico associado. Durante muito tempo usou-se o nome reumatismo psicogênico para esta doença e, atualmente, ela é conhecida como fibromialgia. Sono não-reparador, dor difusa pelo corpo e fadiga são as características principais da fibromialgia. Certamente não é uma doença psicogênica mas as pacientes com fibromialgia têm um componente psiquiátrico associado que se presume ser conseqüente ao mesmo defeito que gera os sintomas orgânicos.

As doenças reumáticas inflamatórias são causadas pelo ataque de agentes infecciosos, como bactérias, fungos e vírus, ao tecido fundamental para a lubrificação e alimentação das articulações. A artrite reumatóide, um dos mais freqüentes casos de inflamação aguda, caracteriza-se por um processo inflamatório sistêmico que agride a articulação e o revestimento que a envolve, chamada membrana sinovial. Acometendo de um a 4% de toda a população, essa enfermidade acarreta severa limitação de movimentos, comprometendo a qualidade de vida das pessoas de todos os grupos etários.

Entretanto, a forma mais comum de reumatismo é denominada artrose, enquadrada no tipo degenerativo de reumatismo. Caracteriza-se pelo desgaste da cartilagem articular, com perda de elasticidade e de agilidade; é vinculada ao passar do tempo. Logo, os maiores alvos desse diagnóstico são as pessoas mais idosas, cerca de 20% da população aos 40 anos e quase 100% aos 80 anos.

É necessário ainda notar a existência de fatores colaboradores para o surgimento da doença, como por exemplo, o excesso de peso. A obesidade deve ser evitada ou tratada, uma vez que o peso acima do ideal sobrecarrega as articulações, principalmente no caso do joelho e da anca, levando ao desgaste.

No entanto, lembra o professor Mário Newton: “há a possibilidade de ocorrer artrose precocemente em pessoas jovens, devido a uma alteração traumática, postural, evoluindo para uma agressão da cartilagem ou uma perda da qualidade desta, por alteração da própria fisiologia celular.”

Ele atenta ainda para a ocorrência de reumatismo além dos músculos e articulações. “Principalmente reumatismo inflamatório, no qual as doenças são provocadas por alteração das defesas do sistema imunológico, órgãos como coração, pulmão e rins podem ser acometidos”. Nesse caso, tem-se um maior processo de agressão visceral, alterando a funcionabilidade e, portanto, apresentando maiores riscos. Em alguns casos, pode ser fatal.

Segundo a Sociedade Brasileira de Reumatologia o termo reumatismo, embora consagrado, não é um termo adequado para denominar um grande número de diferentes doenças que tem em comum o comprometimento do sistema músculo-esquelético, ou seja, ossos, cartilagem, estruturas peri-articulares (localizadas próximas às articulações, tendões, ligamentos, fáscias, etc) e/ou de músculos.

Ao contrário do que ocorre com doenças cardíacas, neurológicas ou gastrintestinais, que podem ser definidas como doenças que acometem determinado órgão ou sistema, o conceito de que as doenças reumáticas são as doenças que acometem o sistema osteo-articular nem sempre é correto, pois, muitos pacientes com doenças reumáticas podem não apresentar queixas articulares, ósseas ou comprometimento de tecidos peri-articulares, mais sim de órgãos diversos, como rins, coração, pulmões, pele e etc.

E ao contrário do que se diz popularmente não é uma "doença de velho", mas sim pode também acontecer em qualquer idade, inclusive em crianças recém-nascidas.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), 2000 - 2010 é a "Década do osso e da Articulação". Estima-se que existam no Brasil mais de 15 milhões de pessoas acometidas por doenças reumáticas, acarretanto, além de um sofrimento pessoal, uma grande sobrecarga socio-econômica para o país.

As doenças reumáticas estão entre as principais causas de incapacidade física e afastamento temporário ou definitivo do trabalho.

Muitos não sabem mas o reumatologista é o médico clínico, especializado no diagnóstico e tratamento das doenças que acometem os ossos e as articulações, popularmente conhecidas como "reumatismos".

Os tipos mais conhecidos de reumatismo são: a artrose; diversas formas de artrite, algumas acometendo inclusive crianças; a gota, doença causada pelo excesso de ácido úrico, segundo alguns médicos a osteoporose; a fibromialgia; a síndrome de Sjögren, caracterizada dentre outras queixas pela presença de olhos e boca seca; a febre reumática; as doenças autoimunes, como o lúpus eritematoso sistêmico; as tendinites e bursites e diversas doenças que acometem a coluna vertebral.

Doenças diferentes provocam artrite. Toda vez que houver artrite não-traumática há um reumatismo. As articulações são o local preferencial dos reumatismos mas estes podem comprometer outros órgãos.

Também há reumatismos que não atingem as articulações. Deve-se compreender que:

  • A doença articular mais freqüente é a artrose (ou osteoartrite). O tecido primariamente comprometido é a cartilagem articular.

  • A coluna vertebral é uma "pilha de articulações" que também são atingidas em alguns reumatismos. Dor na coluna pode ser reumatismo.

  • Artrite reumatóide, lupus, dermatopolimiosite (inflamação da pele e músculos), esclerodermia/esclerose sistêmica (inflamação e fibrose da pele e outros órgãos), vasculites (inflamação de artérias ou veias) têm mecanismo auto-imune (anticorpos dirigidos contra constituintes próprios do organismo provocando inflamação). Estas doenças são reumáticas na medida em que cursam com artrite ou têm mecanismos semelhantes na sua origem.

  • Várias doenças reumáticas podem iniciar na infância ou adolescência. Febre reumática não é a causa mais freqüente de artrite em criança.

  • A expressão "reumatismo no sangue" não deve ser utilizada. O sangue é utilizado para exames laboratoriais que identificarão as alterações inerentes a cada doença.


As principais desordens conhecidas como reumatismo são:

  • Osteoartrite.
  • Artrite reumatóide.
  • Artrose.
  • Febre reumática.
  • Dor nos ombros.
  • Dor no pescoço.
  • Dor nas costas.
  • Fibromialgia.
  • Espondilite anquilosante.
  • Artrite psoriática.
  • Lupus eritematoso sistêmico.
  • Polimialgia reumática.
  • Tenossinovite.
  • Capsulite.
  • Gota.
  • Tendinite.
  • Bursite.

Tudo sobre reumatismo


Como tratar do Reumatismo?

É importante chamar a atenção das pessoas para o fato de que existem mais de cem tipos diferentes de doenças reumáticas. Portanto, para que o tratamento de um tipo específico de reumatismo tenha sucesso, primeiro é necessário um diagnóstico correto do problema apresentado pelo paciente.

Muitas dessas doenças são de evolução crônica e necessitam tratamento prolongado, mas a evolução e o prognóstico são muito variáveis, de doença para doença e de paciente para paciente.

O correto é seguir a orientação dos reumatologistas, que após o diagnóstico irá prescrever o tratamento mais indicado.

Estudos científicos mostram ainda que uma das causas mais prováveis do grande aumento do número de pessoas com doenças reumáticas, está diretamente ligado aos radicais livres. Antigamente, nosso próprio organismo, com a produção da catalase e da peroxidase, seria capaz de vencer os radicais livres, porém, com o aumento da expectativa de vida aliado a fatores que seguem o progresso humano, o poder dos radicais livres aumentou significativamente. Como fatores que dão maior poder aos radicais livres, podemos citar o tabagismo, a poluição do ar, remédios (que tenham alguns oxidantes), consumo de bebidas alcoólicas, radiações ionizantes e solares, aditivos químicos embutidos nos alimentos industrializados (corantes, conservantes, espessantes, etc.), maior consumo de gorduras, agrotóxicos, preocupações, agito da vida moderna, choques térmicos, entre diversos outros fatores que poderiam ser citados. Assim o organismo não tem como se livrar dos radicais livres prejudiciais.

Apesar dos alimentos possuírem um papel muito importante no combate aos radicais livres, como produtores naturais de antioxidante, infelizmente não conseguem mais resolver o problema sozinhos.

Os radicais livres se oxidam e formam depósitos de precipitados, atrapalhando as funções dos vários sistemas, tais como: circulatório, nervoso, digestivo, etc.

Pode-se afirmar inclusive que a maioria dos problemas de saúde se iniciam na cadeia radicais livres - precipitado.

Um suplemento mineral que vem sendo recomendado por diversos especialistas devido a sua função antioxidante e solubilizante é o NQI. Este produto tem demonstrado efeitos surpreendentes em doenças reumáticas.

Reumatismo é coisa séria, sendo muito importante sempre procurar um médico reumatologista que possa orientar o melhor tratamento.
 

Reumatismo sintomas

 

Reumatismo tem tratamento

Vídeos sobre o reumatismo:

 

   

 

Perguntas comumente feitas sobre o Reumatismo

1) O que é reumatismo?

O reumatismo não é uma doença, mas sim um termo genérico que se refere às doenças que acometem as articulações ("juntas"), i.e., às doenças reumáticas.

2) Quantos tipos de doenças reumáticas existem?

Existem cerca 120 formas de doenças reumáticas ("reumatismos"). As doenças reumáticas podem ser agrupadas em doenças degenerativas, inflamatórias, auto-imunes, infecciosas, metabólicas e pós-traumáticas. É importante que o paciente saiba o nome de sua doença (tendinite, artrite reumatóide, lúpus, osteoartrose, etc).

3) O que é doença reumática degenerativa?

Doença reumática causada pela degeneração (desgaste) das estruturas da articulação. Por exemplo, a osteoartrite (artrose) é decorrente da degeneração da cartilagem articular, que é um dos componentes da articulação.

4) O que é doença reumática infecciosa?

Doença reumática causada pela invasão de microorganismos (bactérias) no interior da articulação. É considerada uma emergência na prática médica do reumatologista. São exemplos de artrite infecciosa, a artrite bacteriana e artrite por tuberculose..

5) O que é doença reumática metabólica?

Doença reumática causada por um distúrbio metabólico. O principal exemplo é a gota, doença em que há formação de depósitos de ácido úrico nas articulações e tendões, em razão de uma alteração do metabolismo dessa substância.

6) O que é doença reumática pós-traumática?

Doença reumática que se caracteriza por uma inflamação das estruturas periarticulares (vizinhas da articulação) como é o caso dos tendões, ligamentos e cápsula. Essa inflamação é causada, em geral, por um esforço muscular excessivo ou movimentos de repetição no trabalho. Um exemplo característico é a tendinite, que pode ocorrer em decorrência da prática esportiva ou do trabalho de digitação de computador.

7) O que é doença auto-imune?

O sistema imune foi criado pela natureza para nos proteger de infecções sendo formado por uma rede de órgão, tecidos e células especializadas em nossa defesa. Estas células chamadas linfócitos produzem uma proteína chamada anticorpo, um verdadeiro "míssil" que persegue e atinge o agente invasor ligando-se a ele e defendendo a integridade do nosso organismo. Normalmente os anticorpos são produzidos para dar proteção ao nosso corpo, porém nem sempre isto acontece. Algumas vezes ocorre um desequilíbrio, uma perda da regulação dos linfócitos, e o sistema imune ataca o próprio organismo promovendo uma inflamação que pode danificar vários órgãos. As doenças nas quais o sistema imune promove lesões no próprio organismo chamam-se doenças auto-imunes como a artrite reumatóide, o lúpus, a esclerodermia, etc.

8) Somente os idosos têm "reumatismo"?

Não. As doenças reumáticas podem surgir em qualquer idade.

9) Somente as doenças reumáticas dão "dores nas juntas"?

Não. Várias doenças podem causar dores articulares, por exemplo, a gripe, a dengue, o hipotiroidismo...

10) É fácil diagnosticar as doenças reumáticas?

Depende da doença, muitas podem demorar anos até se conseguir um diagnóstico específico. O importante é saber que mesmo essas condições podem ser tratadas.

11) Criança tem reumatismo?

Sim, criança pode ter reumatismo. Reumatismo é um termo genérico que se dá às doenças que provocam inflamação.

12) Quais os reumatismos que as crianças podem apresentar?

Em nosso meio, o reumatismo mais comum é a febre reumática, mas outros como as artrites crônicas, mis raramente o lupus, a dermatomiosite e a esclerodermia podem ocorrer.

13) Quando devo levar meu filho ao médico para saber se ele tem reumatismo?

Sempre que uma criança se queixa com freqüência de dores em membros ou tem algum sintoma que a impeça de brincar como as outras crianças ou seja notado que a criança está mancando, ela deve ser levada ao médico. O pediatra saberá se ela merece a avaliação de um especialista como o reumatologista pediátrico.

14) O que é febre reumática?

É o nome dado ao reumatismo que ocorre como complicação de uma infecção de garganta. Pode causar dores nas juntas, problemas cardíacos e no sistema nervoso.

15) O que se pode fazer para evitar a febre reumática? Qualquer criança pode ter?

A Febre reumática é mais comum na idade compreendida entre 5 e 15 anos e pode ocorrer em qualquer criança que seja sensível a essa bactéria. O tratamento precoce e adequado das amigdalites (infecções de garganta) pode impedir o aparecimento da febre reumática. Por isso é tão importante levar a criança ao médico quando ela apresenta dor de garganta, pois só ele saberá se deve ou não ser dado antibiótico. O não tratamento pode precipitar a doença.

16) A febre reumática é hereditária?

Não, ela não é hereditária, mas as pessoas da família de uma criança com febre reumática têm uma chance maior de apresentarem algum reumatismo. É comum que existam outras pessoas com febre reumática na família de uma criança com a doença.

17) O que são espondiloartropatias seronegativas?

São doenças de causas desconhecidas que afetam a coluna, embora outras articulações (juntas) e outros órgãos possam estar envolvidos. Caracterizam-se pela ausência do Fator Reumatóide, por isso são chamadas seronegativas. Além disso, possuem outros pontos em comum: dor lombar inflamatória (a dor piora com o repouso, melhorando com o movimento), artrite em grandes juntas (tornozelos, joelhos...), dor no tendão de Aquiles, inflamação nos olhos (uveíte), na pele ou mucosas. As principais doenças desse grupo são a Espondilite Anquilosante, a Artrite Psoriásica, a Artrite Reativa (síndrome de Reiter) e as doenças inflamatórias intestinais.

18) O que é síndrome de Reiter?

Atualmente, o termo síndrome de Reiter vem sendo substituído por Artrite Reativa. Caracteriza-se por artrite (inchaço, dor e vermelhidão da junta) em algumas juntas (2 ou3), incluindo a sacro-ilíaca (dor piora ao deitar-se, melhorando durante o movimento), associada a conjuntivite e infecção da urina ou diarréia infecciosa. Pode apresentar lesões na pele/mucosas (glande, vulva e planta dos pés). O tratamento deve ser realizado por um REUMATOLOGISTA e inclui antiinflamatórios e outras drogas, bem como fisioterapia.

19) O que é eritromeralgia?

A ERITROMERALGIA caracteriza-se por dor e/ou formigamento, acompanhadas de vermelhidão nas extremidades (mãos/pés). Podem ocorrer ulcerações e aumento do suor no local. Pode ser de origem genética, sendo, quase sempre simétrica, em geral, em pessoas mais jovens ou associar-se a outras doenças (artrite reumatóide, gota, diabetes...). Aspirina e antagonistas da serotonina podem ser usados nos tratamento.

20) O que é "esporão" do calcâneo?

O termo "esporão" do calcâneo é utilizado de forma popular para descrever a FASCIITE PLANTAR CALCIFICADA (termo correto). É uma inflamação da "sola" (planta) do pé, em geral no calcanhar, mas pode ocorrer em toda a superfície plantar. Quando esse processo torna-se crônico, pode ter depósito de cálcio (calcificação). Assim sendo, não é a calcificação que leva à dor, mas sim, o oposto, a dor crônica (sintoma de inflamação crônica) leva à calcificação. A radiografia simples do calcâneo é o exame usado para sua detecção. O tratamento inclui a mudança do fator causal (excesso de peso, deformidades no pé), bem como o uso de palmilhas anti-impacto ("calcanheira"), antiinflamatórios, infiltrações locais e fisioterapia (gelo local, US)

21) É normal as juntas estalarem?

Os sons produzidos nas juntas podem ser por deslizamento do tendão/ligamento sobre a articulação (estalo), onde não há significado clínico (normal) ou por desgaste da cartilagem (crepitação), como é visto na "artrose" . É importante lembrar que esta não ocorre somente em idosos, podendo ocorrer em individuos mais jovens, principalmente se houver algum traumatismo ou frouxidão ligamentar prévios. É preciso ressaltar que ficar em locais frios (cinema) ou parado na mesma posição por algum tempo pode produzir esses sons, sem estar relacionado com algum distúrbio ligamentar. Entretanto, se isto estiver causando algum transtorno, deve-se procurar um REUMATOLOGISTA para uma melhor avaliação, pois podem ser indicados alguns exercícios para fortalecimento muscular, a fim de obter-se uma maior estabilidade da junta.

22) Quais as principais causas de dores nos joelhos?

As principais causas de dores nos joelhos são: "artrose", distúrbio ligamentar, tendinite, bursite e lesão do menisco. As últimas, em geral, são provocadas por traumas ("rotação do joelho com o pé parado"), caracterizando-se por dor e inchaço que aparecem algumas horas após o trauma. As tendinites/bursites são provocadas por trauma ou por esforço físico e apresentam dor localizada, principalmente após um esforço. A frouxidão ligamentar pode ocorrer desde a infância e caracteriza-se por dor aos exercícios, podendo ter inchaço ou não. A osteoartrite (artrose) pode ser devido à obesidade, trauma ou outras causas. Caracteriza-se por inchaço, calor e dor, sendo tratada com antiinflamatórios, fisioterapia e outras medicações.

23) O que é síndrome de Tietze?

Caracteriza-se por dor e inchaço (tumefação) no toráx anterior (próximo ao esterno). As causas da síndrome ainda são desconhecidas. Em aproximadamente 80% dos casos a lesão é única, tendo remissão(cura) espontânea (meses ou anos). Pode ser aguda, intermitente ou crônica. Apesar de não serem muito úteis para o diagnóstico, as radiografias de tórax devem ser solicitadas para descartar outras hipóteses diagnósticas. Em geral, os exames laboratoriais (sangue, urina...) são normais. Os pacientes com sintomas persistentes devem ser acompanhados por reumatologistas para uso de antiinflamatórios e/ou infiltrações locais, bem como aplicação de calor ou gelo locais.

24) O que é artrite?

É a inflamação na articulação (junta), sendo caracterizada por dores acompanhadas de calor (aumento da temperatura), rubor (vermelhidão), edema ("inchaço"), rigidez matinal (junta "dura" pela manhã) e impotência funcional (dificuldade de movimentar). Pode ser chamada de monoartrite, quando ocorre em somente uma articulação, e poliartrite, quando em várias articulações.

Reumatismo: Artrite

25) O que significa mialgia?

Significa dor muscular, a qual pode ser generalizada ou localizada.

26) O paciente com doença reumática é um caso perdido?

Não. Os pacientes que têm algum tipo de doença reumática não devem aceitar esse tipo de afirmação, pois a medicina avançou muito sob o ponto de vista dos métodos diagnósticos e terapêuticos. O importante é o paciente procurar o Reumatologista a fim de determinar o diagnóstico correto de sua doença, bem como receber informações sobre a mesma e tratamento eficaz para o seu problema.

27) Qual é o principal exame para o diagnóstico das doenças reumáticas?

Sem dúvida nenhuma, é o exame clínico do paciente (anamnese e exame físico). O exame clínico proporciona o diagnóstico correto das doenças reumáticas em cerca de 80% das ocasiões, deixando os exames complementares (laboratoriais, radiológicos,etc) para a confirmação.

28) O que é antiinflamatório não-hormonal (AINH)?

Determinado grupo de medicamentos que têm a finalidade de combater a inflamação. A sua aplicação na Reumatologia é de fundamental importância, pois alivia a principal queixa do paciente portador de doença reumática que é a artrite. A sua prescrição deve ser orientada pelo reumatologista, pois estas medicações apresentam diversos efeitos colaterais (indesejáveis) tais como, gastrite, úlcera de estômago, hipertensão arterial, hemorragia gástrica, insuficiência no funcionamento dos rins, alergia na pele, etc.

29) O que é cortisona?

Também denominados de corticóide ou corticosteróide é um determinado grupo de medicamentos que tem a ação principal em combater a inflamação de forma mais eficaz que os antiinflamatórios em geral. No entanto, a sua prescrição deve ser feita e supervisionada pelo Reumatologista, pois estas medicações apresentam diversos efeitos colaterais (indesejáveis) tais como, gastrite, úlcera de estômago, hemorragia de estômago, hipertensão arterial, inchação (edema) e obesidade, estrias, diabetes mellitus, catarata, glaucoma, osteoporose, distúrbios psiquiátricos, etc.

30) Os medicamentos utilizados para o tratamento das doenças reumáticas podem ser utilizados durante a gravidez?

A paciente grávida portadora de algum tipo de doença reumática que necessite iniciar ou manter alguma medicação anti-reumática, necessita obrigatoriamente uma avaliação do seu reumatologista com a finalidade de determinar a melhor opção de tratamento sem colocar em risco o desenvolvimento de embrião/feto.

31) Os radicais livres podem mesmo ser considerados como uma das causas mais prováveis do grande aumento do número de pessoas com doenças reumáticas?

Sim, sem a menor sombra de dúvidas os radicais livres se oxidam e formam depósitos de precipitados, atrapalhando as funções dos vários sistemas, tais como: circulatório, nervoso, digestivo, respiratório, entre diversos outros.

32) Como combater ou inibir os radicais livres a fim de evitar o reumatismo e outras possíveis doenças?

O principal é uma boa alimentação, pois os alimentos são produtores naturais de antioxidante. Infelizmente devido a inúmeros fatores como a poluição do ar, consumo de bebidas alcoólicas, radiações ionizantes e solares, aditivos químicos embutidos nos alimentos industrializados (corantes, conservantes, etc.), remédios (que tenham alguns oxidantes em sua formulação), o aumento no consumo de gorduras, agrotóxicos, estresse, entre diversos outros problemas do cotidiano, somente uma boa alimentação não resolve mais o problema, sendo necessário o uso de antioxidantes. O ideal é utilizar um suplemento que possua dupla ação, sendo antioxidante e ao mesmo tempo solubilizante.

33) Existe alguma contra-indicação quanto ao uso de suplementos minerais como o NQI no combate aos problemas reumáticos?

Não. Muito pelo contrário, o NQI não possui contra-indicações e deveria ser usado por todas as pessoas que possuem problemas reumáticos. Aliás, mesmo pessoas totalmente saudáveis também deveriam utilizar o NQI preventivamente, pois além dos efeitos surpreendentes em doenças reumáticas, ele comprovadamente agiliza o raciocínio, fortifica a memória, dissolve cálculos renais, neutraliza o estresse oxidativo, aumenta a disposição física e mental, atua como regulador biológico do armazenamento do cálcio, restabelece a integridade celular, devolve a elasticidade arterial, elimina a preguiça mental, elimina os efeitos lesivos (sais insolúveis) decorrentes da ligação óxido + água = ácido e equilibra a fosfatase.

34) Durante a lactação (amamentação), a utilização de medicações anti-reumáticas devem ser suspensas?

A decisão de interromper a medicação anti-reumática depende do tipo da medicação utilizada e a sua dosagem, sendo que a avaliação do reumatologista é de fundamental importância.

35) A dieta alimentar é importante no tratamento das doenças reumáticas?

É aconselhável a todo paciente portador de doença reumática uma dieta racional e balanceada que ofereça energia para a realização das suas atividades diárias (andar, trabalhar, fazer fisioterapia, se vestir, lazer, etc). Deve também ser evitado o ganho de peso com a finalidade de não sobrecarregar as articulações.

Além da alimentação, uma suplementação alimentar também é importante. O NQI como já dissemos em resposta a uma pergunta anterior é um suplemento mineral que pode auxiliar muito.

 


 


  Digite na caixa abaixo o que você procura:

Pesquise no Google

 


Voltar a página inicial do Saúde com Inteligência.

 

ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL ACNE AFTA ALCOOLISMO ALOPECIA ALZHEIMER ARTERIOSCLEROSE ARTRITE ARTROSE BACTÉRIAS BELEZA BELEZA NATURAL BRONQUITE AGUDA BRONQUITE CRÔNICA BICO DE PAPAGAIO BROTOEJA BURSITE CABELOS CÁLCULO BILIAR CÁLCULO RENAL CALVÍCIE CÂNCER CELULITE COLESTEROL CÓLICAS MENSTRUAIS CÓLICA RENAL CORRIMENTO VAGINAL DIABETES DISFUNÇÃO ERÉTIL DENGUE DEPRESSÃO DOR DE GARGANTA EMAGRECIMENTO ENVELHECIMENTO PRECOCE ESPORÃO ESTRESSE ESCLEROSE MÚLTIPLA EXAME DE SANGUE EXAME DE URINA FARINGITE FEBRE FIBROMIALGIA FLATULÊNCIA FALTA DE MEMÓRIA GASTRITE GENGIVITE GLICOSE NO SANGUE GOTA GRIPE GUIA DO BEBE HIPERTENSÃO ARTERIAL HALITOSE HEMOGRAMA HEMORRÓIDAS HEPATITE HERPES HIPNOSE HIPOGLICEMIA HOMEOPATIA IMPOTÊNCIA INFECÇÃO INSÔNIA LARINGITE L-CARNITINA LEUCEMIA LEUCORRÉIA LÚPUS MAGNÉSIO MAL DE PARKINSON MASSAGEM MEMÓRIA MENOPAUSA MINERAIS NÁUSEA NEFRITE NEVRALGIA OSTEOPOROSE OSTEOARTROSE OBESIDADE OLIGOELEMENTOS PANCREATITE PÉ DIABÉTICO PEDRA NOS RINS PEDRA NA VESÍCULA PRESSÃO ALTA PREVENÇÃO DE DOENÇAS PRÍMULA QUEDA DE CABELO QUEIMADURAS QUEIXAS NA GRAVIDEZ RADICAIS LIVRES REJUVENESCIMENTO REUMATISMO SARAMPO SEMENTE DE CHIA SINUSITE SÍFILIS SOLUÇO SÓDIO E POTÁSSIO TENSÃO PRÉ-MENSTRUAL (TPM) TENDINITE TRIGLICERÍDEOS-TRIGLICÉRIDES TROMBOSE TUNEL DO CARPO ÚLCERA UNHA ENCRAVADA URETRITE URTICÁRIA VARICOCELE VARIZES VERMINOSE VERTIGEM VÍRUS ZONZEIRA ZUMBIDO NOS OUVIDOS

calculo renal  calculos renais  Pedra nos Rins  NQI funciona para tratar cálculo renal Cálculos Renal Cogumelo do Sol  NQI Pedra na Vesícula Artrite e Artrose 

nqi   suplementos   acne e espinhas www.jornaldasaude.com.br  www.cloretodemagnesiopa.com.br    www.listahotel.net  www.nqi.com.br  www.medicinaetratamentonatural.com.br  

Esta página e todas as informações contidas neste site são de propriedade SAÚDE COM INTELIGÊNCIA.

Referente a responsabilidade pelo uso das informações aqui contidas leia nosso DISCLAIMER.

Nenhuma parte deste website pode ser reproduzida sem a expressa autorização.
SAÚDE COM INTELIGÊNCIA - © 2007 -  2008 - 2009 - 2010 - 2011 - 2012 - Todos os direitos reservados.

 

Esperamos que você possa ter compreendido tudo sobre o reumatismo.