Obesidade: causas da obesidade mórbida e infantil

Saiba mais sobre obesidade. Este artigo visa ao esclarecimento deste tema tão importante e ainda pouco divulgado. Encontre aqui, diversas informações sobre o problema da obesidade mórbida. Saiba porque devemos ter muito cuidado com a alimentação das crianças para evitar também a obesidade infantil. Dicas para perder peso e os tratamentos disponíveis. Se você está com sobre peso (sobre-peso), acredita estar obeso, busca tratamento para obesidade, quer acabar com a gordura e deixar de ser gordo, busca a cura da obesidade e o emagrecimento, faça uma reeducação alimentar para emagrecer.

 

Saúde com Inteligência - Saude On Line


   Digite na caixa abaixo o que você procura:

Pesquise no Google

 

 

 
 

 

 
 

SAÚDE COM INTELIGÊNCIA - O SEU GUIA DE SAÚDE ON-LINE
 

HOME DOENÇAS ASSUNTOS ARTIGOS AVISO LEGAL PUBLICIDADE CONTATO

 

TUDO SOBRE A OBESIDADE

Denomina-se obesidade uma enfermidade caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura corporal, associada a problemas de saúde, ou seja, que traz prejuízos à saúde do indivíduo. Nas diversas etapas do seu desenvolvimento, o organismo humano é o resultado de diferentes interações entre o seu patrimônio genético (herdado de seus pais e familiares), o ambiente sócioeconômico, cultural e educativo e o seu ambiente individual e familiar. Assim, uma determinada pessoa apresenta diversas características peculiares que a distinguem, especialmente em sua saúde e nutrição. A obesidade é o resultado de diversas dessas interações, nas quais chamam a atenção os aspectos genéticos, ambientais e comportamentais. Assim, filhos com ambos os pais obesos apresentam alto risco de obesidade, bem como determinadas mudanças sociais estimulam o aumento de peso em todo um grupo de pessoas. Recentemente, vem se acrescentando uma série de conhecimentos científicos referentes aos diversos mecanismos pelos quais se ganha peso, demonstrando cada vez mais que essa situação se associa, na maioria das vezes, com diversos fatores.

Saiba mais o que é Obesidade e as formas de tratamento.

 

 

O que é Obesidade?

 

Para a maioria das pessoas o termo "obesidade" significa estar muito acima do peso. Profissionais da saúde definem "acima do peso", ou sobrepeso, como o excesso de peso corporal que inclui músculos, ossos, gordura e água.

 

Obesidade especificamente refere-se ao excesso de quantidade de gordura corporal. Alguma pessoas, como fisiculturistas e outros atletas com muitos músculos, podem estar com sobrepeso sem serem obesos.

 

Todos nós precisamos de certa quantidade de gordura corporal para armazenar energia, isolamento de calor, absorção de impacto e outras funções. Como regra, mulheres têm mais gordura corporal do que homens. A maioria dos profissionais da saúde concorda que homens com mais de 25% de gordura corporal e mulheres com mais de 30% apresentam obesidade.

Obesidade

A Obesidade é reconhecida hoje como importante problema de saúde pública. É doença crônica, progressiva, fatal, geneticamente relacionada e caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura e desenvolvimento de outras doenças (co-morbidades).

 

 

Os dados atuais são preocupantes: o número de obesos no Brasil e no mundo tem aumentado com muita rapidez.

 

Um estudo comparativo do Setor de Epidemiologia da Faculdade de Saúde Pública da USP mostrou que, em apenas duas décadas (entre 1974 e 1997), o número de pessoas obesas no Brasil quase triplicou. Outra pesquisa, feita pela Organização Mundial de Saúde (OMS), indicou que o aumento da obesidade é um problema que atinge dezenas de países.

 

Mas se quem é obeso sofre com o excesso de peso e sabe que a obesidade é fator de risco para doenças cardiovasculares, diabetes, hipertensão arterial e alguns tipos de câncer, por que esse número cresce cada vez mais?

 

A obesidade é uma doença que depende de vários fatores para se desenvolver: a genética da pessoa, fatores culturais e étnicos, sua predisposição biológica, estilo de vida e hábitos alimentares.

 

As pessoas, no entanto, engordam por uma simples questão: consomem mais calorias do que gastam. Em outras palavras, não se alimentam de forma equilibrada e muitas levam uma vida sedentária. Se o corpo não usa a energia que ingeriu, por meio de atividades físicas, essa energia se transforma em gordura e se acumula no corpo, causando o aumento de peso.

Como a perda de peso é algo que requer muita força de vontade e disciplina, melhor do que combater, é prevenir a obesidade. E o cuidado começa já na infância.

Causas da obesidade.

 

 

 

De acordo com o "National Institutes of Health (NIH)" - Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos, um aumento de 20% ou mais acima de seu peso corporal ideal significa que o excesso de peso tornou-se um risco à saúde.
 

Obesidade faz mal a saúde.

Quem resiste à tentação de, ao passar por uma farmácia, dar aquela "pesadinha" na balança, para ver se os quilos aumentaram ou diminuíram? Apesar desse “controle” que as pessoas costumam fazer, as balanças do Brasil e do mundo estão recebendo, cada vez mais, pessoas acima de seu peso ideal.

O Brasil e o mundo vivem uma verdadeira epidemia de obesidade. Para se ter uma idéia da gravidade do problema, cerca de 70 milhões de brasileiros – ou 40% da população – está com excesso de peso. Além disso, 13% das mulheres e 8% dos homens sofrem de obesidade em nosso país.

50% dos brasileiros estão acima de seu peso corporal ideal.

Além dos números altos, o que assusta é a rapidez com que eles cresceram. Estudos comparativos do Setor de Epidemiologia da Faculdade Pública da USP indicam que, na década de 1970, os homens obesos no Brasil somavam 2,8% da população masculina. Em apenas 23 anos, esse número quase triplicou, passando para os atuais 8%. No mesmo período, o índice feminino passou de 4,9% para 13%.

Nos Estados Unidos a situação é ainda mais preocupante: 61% da população está com o peso acima do normal, e em 2001 foram contabilizadas 300 mil mortes decorrentes da obesidade.

A obesidade mata por ano, cerca de 300 mil pessoas nos Estados Unidos, e quase 100 mil no Brasil, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Hoje 97 milhões de americanos, mais de um terço da população adulta, estão acima do peso ou obesos. Estima-se que 10 milhões dessas pessoas sejam considerados Obesos Mórbidos.


 

Emagreça com Linolev

Queime gordura localizada e

tenha sua cintura definida com

LINOLEV - Óleo de cártamo.

www.linolev.com.br

Colesterol Alto?

Livre-se dos remédios:

Use VINOVIT. Produto natural

a base de semente de uva.

www.vinovit.com.br

Emagreça com Quitosana

Emagreça com saúde! Compre

Quitosana aqui com o melhor

preço em até 6x sem juros.

www.suplementostore.com.br

   

Designed Google

 

"Acima do Peso" versus "Obesidade"

Mas qual é, afinal, a diferença entre “estar acima do peso” e “ser obeso”?

A obesidade é um excesso de gordura na composição do corpo, mas só pode ser chamada assim quando mais de 20% da massa corporal total for constituída por gordura (30% no caso das mulheres).

Quem se encontra nessas condições, têm a saúde comprometida e corre o risco de contrair diversas doenças, como as cardiovasculares, vários tipos de câncer, diabetes e hipertensão, entre outras.

Se você está acima do peso, mas ainda não se tornou um obeso, saiba mais sobre como emagrecer, clicando AQUI.

 

Causas da Obesidade

 

As pessoas engordam por diferentes motivos:


• Ou porque se alimentam de forma desequilibrada e consomem mais calorias do que necessitam e do que gastam (por levarem uma vida sedentária);


• Ou porque o corpo metaboliza os alimentos de forma desequilibrada.
 

Há casos de obesos que comem pouco mas têm grande capacidade de armazenar energia em forma de gordura, bem como magros que comem muito, mas seu organismo gasta o que foi consumido com enorme rapidez.
 

O mau funcionamento de determinadas substâncias em nosso organismo também alteram seu equilíbrio natural, causando obesidade.

Uma deficiência na produção da proteína leptina, por exemplo, pode levar o indivíduo a comer mais do que ele realmente precisa, pois é ela que “avisa” o hipotálamo, localizado no sistema nervoso central, que o organismo está satisfeito. Este, por sua vez, manda uma mensagem para o corpo avisando que ele pare de comer e passe a queimar calorias. Se há deficiência nessa comunicação a tendência é comer excessivamente.

Como você pode concluir, a obesidade é um assunto que tem de ser encarado com muita responsabilidade e cuidado. Procure se informar melhor sobre o tema e, se você sofre com excesso de peso, consulte seu médico regularmente para avaliar sua saúde.

 

As razões para a obesidade são diversas e complexas. Apesar da ciência convencional, a obesidade não é simplesmente um resultado de alimentação excessiva.

 

Tratamentos da Obesidade

 

A obesidade possui diversas formas de tratamento. As opções se relacionam diretamente com o grau de obesidade.

 

O Tratamento da obesidade é sempre necessário e implica primeiramente em firme determinação tanto do paciente obeso como de seu médico. Já que a obesidade na maioria das vezes resulta do aumento na ingestão de calorias em relação às calorias gastas, é importante a instituição de dietas hipocalóricas (baixas calorias), ou seja, o total de calorias consumidas deverá ser inferior ao calculado para a necessidade calórica basal.

 

Pessoas com Índice de Massa Corporal (IMC) até 35 podem ser tratadas apenas pelos métodos tradicionais (dieta, exercícios, medicamentos e mudança de hábitos), desde que não tenham desenvolvido nenhuma co-morbidade, isto é, não possuam nenhuma doença que tenha sido provocada pela obesidade.
 

Contudo, nos casos de Obesidade Mórbida e Super Obesidade estes métodos, isoladamente, já se mostraram pouco efetivos.

 

Para estes casos a Cirurgia da Obesidade é um tratamento comprovadamente eficaz na redução e manutenção do peso.

 

Quem está indicado para o tratamento cirúrgico?

  • Pessoas com 45Kg acima do peso do corpo ideal ou IMC de 40 ou superior;

  • Pessoas com IMC de 35 ou superior com um ou mais problemas de saúde relacionadas à obesidade (que possuem co-morbidades médicas);

  • Pessoas que não são dependentes de drogas ou álcool;

  • Pessoas que não obtiveram sucesso em tratamentos clínicos anteriores (histórico de tentativas de perda de peso anterior)

  • Ter uma obesidade que esteja estável nos últimos dois anos;

  • Não ser portador de nenhuma doença ou condição que contra-indique a cirurgia.

 

 

 

Voltar a página inicial do Saúde com Inteligência.

 

ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL ACNE AFTA ALCOOLISMO ALOPECIA ALZHEIMER ARTERIOSCLEROSE ARTRITE ARTROSE BACTÉRIAS BELEZA BELEZA NATURAL BRONQUITE AGUDA BRONQUITE CRÔNICA BICO DE PAPAGAIO BROTOEJA BURSITE CABELOS CÁLCULO BILIAR CÁLCULO RENAL CALVÍCIE CÂNCER CELULITE COLESTEROL CÓLICAS MENSTRUAIS CÓLICA RENAL CORRIMENTO VAGINAL DIABETES DISFUNÇÃO ERÉTIL DENGUE DEPRESSÃO DOR DE GARGANTA EMAGRECIMENTO ENVELHECIMENTO PRECOCE ESPORÃO ESTRESSE ESCLEROSE MÚLTIPLA EXAME DE SANGUE EXAME DE URINA FARINGITE FEBRE FIBROMIALGIA FLATULÊNCIA FALTA DE MEMÓRIA GASTRITE GENGIVITE GLICOSE NO SANGUE GOTA GRIPE GUIA DO BEBE HIPERTENSÃO ARTERIAL HALITOSE HEMOGRAMA HEMORRÓIDAS HEPATITE HERPES HIPNOSE HIPOGLICEMIA HOMEOPATIA IMPOTÊNCIA INFECÇÃO INSÔNIA LARINGITE L-CARNITINA LEUCEMIA LEUCORRÉIA LÚPUS MAGNÉSIO MAL DE PARKINSON MASSAGEM MEMÓRIA MENOPAUSA MINERAIS NÁUSEA NEFRITE NEVRALGIA OSTEOPOROSE OSTEOARTROSE OBESIDADE OLIGOELEMENTOS PANCREATITE PÉ DIABÉTICO PEDRA NOS RINS PEDRA NA VESÍCULA PRESSÃO ALTA PREVENÇÃO DE DOENÇAS PRÍMULA QUEDA DE CABELO QUEIMADURAS QUEIXAS NA GRAVIDEZ RADICAIS LIVRES REJUVENESCIMENTO REUMATISMO SARAMPO SEMENTE DE CHIA SINUSITE SÍFILIS SOLUÇO SÓDIO E POTÁSSIO TENSÃO PRÉ-MENSTRUAL (TPM) TENDINITE TRIGLICERÍDEOS-TRIGLICÉRIDES TROMBOSE TUNEL DO CARPO ÚLCERA UNHA ENCRAVADA URETRITE URTICÁRIA VARICOCELE VARIZES VERMINOSE VERTIGEM VÍRUS ZONZEIRA ZUMBIDO NOS OUVIDOS

calculo renal  calculos renais  Pedra nos Rins  NQI funciona para tratar cálculo renal Cálculos Renal Cogumelo do Sol  NQI Pedra na Vesícula Artrite e Artrose 

nqi   suplementos   acne e espinhas www.jornaldasaude.com.br  www.cloretodemagnesiopa.com.br    www.listahotel.net  www.nqi.com.br  www.medicinaetratamentonatural.com.br  

Esta página e todas as informações contidas neste site são de propriedade SAÚDE COM INTELIGÊNCIA.

Referente a responsabilidade pelo uso das informações aqui contidas leia nosso DISCLAIMER.

Nenhuma parte deste website pode ser reproduzida sem a expressa autorização.
SAÚDE COM INTELIGÊNCIA - © 2007 -  2008 - 2009 - 2010 - 2011 - 2012 - Todos os direitos reservados.

É importante a educação acerca do assunto para podermos combater a Obesidade.