SAÚDE COM INTELIGÊNCIA - O SEU GUIA DE SAÚDE ON-LINE
 

HOME DOENÇAS ASSUNTOS ARTIGOS AVISO LEGAL PUBLICIDADE CONTATO

Dê um tempo para o seu estresse

 

Para os que estão entrando em “parafuso” com o estresse do dia a dia, uma das primeiras dicas dos especialistas é procurar atividades que saiam da sua rotina. “Se você não estimula todos os campos do cérebro, principalmente os que remetem aos prazeres da vida, é provável que fique muito mais suscetível ao estresse”, explica o psicólogo Julio César Silveira.

 

A dica de Silveira é a meditação. Um dos efeitos comprovados é que ela estabiliza os níveis dos hormônios adrenalina e cortisol, ligados ao estresse. “Além disso, reduz a pressão arterial, os batimentos cardíacos e aumenta as ondas cerebrais do tipo alfa e beta, associadas ao relaxamento”, afirma.

 

 

 

 

O melhor para você

Mas o que pode resolver para uns pode não exercer a mesma propriedade para outros. A dentista Denise Franchin Caceres, que se tornou dona de casa por opção, considera-se ansiosa e agitada. E confessa que já tentou vários métodos para ficar mais calma: acupuntura, ioga e florais. Mas nem tudo deu certo. “Ioga, por exemplo, não combina comigo, porque ficar algum tempo parada me dava desespero”, conta.

Hoje, quando está estressada, para o que está fazendo e vai produzir algo manual, como pintar, que é um dos seus hobbies favoritos. “Isso funciona bem para mim”, revela. E ela acha que todos devem procurar algo que lhes faça bem. “Às vezes uma caminhada, um jantar com os amigos, enfim, algo que dê prazer. O importante é se desligar da causa do estresse”.

Mas não se esqueça: caso nada disso adiante, busque uma ajuda profissional, antes que os sintomas desse mal prejudiquem de vez sua saúde. Denise acredita que muitas pessoas ainda têm algum tipo de preconceito em relação à terapia e à psicanálise. “Acho uma excelente alternativa quando você não encontra outra forma de amenizar aquele estado. Até porque tudo começa com uma pequena irritabilidade e depois nem você se aguenta e essas reações podem transformar-se em um caminho sem volta.”

 

 

Estresse, um fenômeno que só aumenta

 

As pessoas estão cada vez mais estressadas no ambiente de trabalho. Basta olhar ao seu redor e constatar que isso é um fato.  E, é claro, esse estado de humor estende-se para todas as esferas sociais. Principalmente nas grandes cidades, por causa da correria do dia a dia e do trânsito congestionado, que, muitas vezes, leva as pessoas a ter dificuldade para chegar a tempo ao seu destino. Uma pesquisa realizada pela filial brasileiro da International Stress Management Association (ISMA-BR), associação que estuda prevenção e tratamento do estresse no mundo, aponta que, apenas no ambiente de trabalho, 70% dos brasileiros sofrem desse problema. Desses, 30% já apresentam sintomas de burnout, que é o estado constante de exaustão física e mental.

Mas por que o estresse é tão comum hoje? Segundo o psicólogo Julio César Silveira, níveis elevados de competição e rivalidade, exigências do meio profissional, social e da família, todos esses estímulos podem levar a uma situação de limite por parte da pessoa. E a sociedade moderna expõe as pessoas a um número altíssimo dessas situações. “É por isso que esse estado é denominado o mal do homem moderno”, diz.

Silveira explica, no entanto, que nem sempre é ruim. "Tudo depende da reação que temos a ele, ou seja, se é funcional ou disfuncional", diz. Entende-se por funcional uma resposta que te deixa mais atento ao ambiente e aquele momento. “Existem pessoas, por exemplo, que agem melhor sob pressão. Essa é uma característica.” No entanto, se a resposta é disfuncional, outros problemas de saúde podem aparecer em consequência disso.

Há desde os sintomas como gastrite, insônia e pressão alta, até depressão, ataque cardíaco e até câncer. “Tudo está relacionado à integração entre mente e corpo”, afirma o psicólogo Ezra Vasconcelos.

E por que a doença é mais comum nas metrópoles? Vasconcelos credita ao ambiente, que promove pressões adicionais, como o trânsito, a poluição e o modo de vida mais corrido. “Quem mora em cidade pequena e trabalha a duas quadras de casa dificilmente sofre com isso”, ressalta.

 

 

 

 

 

Voltar a página inicial do Saúde com Inteligência.

 

ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL ACNE AFTA ALCOOLISMO ALOPECIA ALZHEIMER ARTERIOSCLEROSE ARTRITE ARTROSE BACTÉRIAS BELEZA BELEZA NATURAL BRONQUITE AGUDA BRONQUITE CRÔNICA BICO DE PAPAGAIO BROTOEJA BURSITE CABELOS CÁLCULO BILIAR CÁLCULO RENAL CALVÍCIE CÂNCER CELULITE COLESTEROL CÓLICAS MENSTRUAIS CÓLICA RENAL CORRIMENTO VAGINAL DIABETES DISFUNÇÃO ERÉTIL DENGUE DEPRESSÃO DOR DE GARGANTA EMAGRECIMENTO ENVELHECIMENTO PRECOCE ESPORÃO ESTRESSE ESCLEROSE MÚLTIPLA EXAME DE SANGUE EXAME DE URINA FARINGITE FEBRE FIBROMIALGIA FLATULÊNCIA FALTA DE MEMÓRIA GASTRITE GENGIVITE GLICOSE NO SANGUE GOTA GRIPE GUIA DO BEBE HIPERTENSÃO ARTERIAL HALITOSE HEMOGRAMA HEMORRÓIDAS HEPATITE HERPES HIPNOSE HIPOGLICEMIA HOMEOPATIA IMPOTÊNCIA INFECÇÃO INSÔNIA LARINGITE L-CARNITINA LEUCEMIA LEUCORRÉIA LÚPUS MAGNÉSIO MAL DE PARKINSON MASSAGEM MEMÓRIA MENOPAUSA MINERAIS NÁUSEA NEFRITE NEVRALGIA OSTEOPOROSE OSTEOARTROSE OBESIDADE OLIGOELEMENTOS PANCREATITE PÉ DIABÉTICO PEDRA NOS RINS PEDRA NA VESÍCULA PRESSÃO ALTA PREVENÇÃO DE DOENÇAS PRÍMULA QUEDA DE CABELO QUEIMADURAS QUEIXAS NA GRAVIDEZ RADICAIS LIVRES REJUVENESCIMENTO REUMATISMO SARAMPO SEMENTE DE CHIA SINUSITE SÍFILIS SOLUÇO SÓDIO E POTÁSSIO TENSÃO PRÉ-MENSTRUAL (TPM) TENDINITE TRIGLICERÍDEOS-TRIGLICÉRIDES TROMBOSE TUNEL DO CARPO ÚLCERA UNHA ENCRAVADA URETRITE URTICÁRIA VARICOCELE VARIZES VERMINOSE VERTIGEM VÍRUS ZONZEIRA ZUMBIDO NOS OUVIDOS

calculo renal  calculos renais  Pedra nos Rins  NQI funciona para tratar cálculo renal Cálculos Renal Cogumelo do Sol  NQI Pedra na Vesícula Artrite e Artrose 

nqi   suplementos   acne e espinhas www.jornaldasaude.com.br  www.cloretodemagnesiopa.com.br    www.listahotel.net  www.nqi.com.br  www.medicinaetratamentonatural.com.br  

Esta página e todas as informações contidas neste site são de propriedade SAÚDE COM INTELIGÊNCIA.

Referente a responsabilidade pelo uso das informações aqui contidas leia nosso DISCLAIMER.

Nenhuma parte deste website pode ser reproduzida sem a expressa autorização.
SAÚDE COM INTELIGÊNCIA - © 2007 - 2008 - 2009 - 2010 - 2011 - 2012 - Todos os direitos reservados.